Dia do Médico – 18 de Outubro

Dia de celebrar e homenagear os médicos pelo seu papel indispensável na promoção da saúde, prevenção, diagnóstico e tratamento de doenças, bem como no incentivo a uma vida mais saudável e repleta de boas práticas

No dia 18 de outubro se comemora o Dia do Médico no Brasil e em países como Portugal, Inglaterra, Espanha, Bélgica e Itália.

Essa data foi escolhida por representar o nascimento de São Lucas, considerado Patrono dos Médicos pelos católicos, devido à sua atuação profissional em vida.

Mais do que parabenizar os médicos pelo seu dia, podemos refletir sobre o seu papel em nossas vidas. São eles os responsáveis por nos acompanhar na prevenção e no cuidado diário de nossa saúde, prevenindo e tratando doenças que possam nos acometer. Também são eles que enfrentam situações complexas que possam nos colocar entre a vida e a morte.

Isso só é possível por conta do comprometimento com o estudo e da inquietação perante o desconhecido, os quais motivam esses profissionais à preparação e atualização constantes, promovendo pesquisas e buscando soluções que melhorem a condição da saúde de seus pacientes.

Tal postura se adquire na escolha pela Medicina como atuação, incentivada nas universidades e transmitida entre gerações, além de ser citada no juramento de Hipócrates, apresentado ao fim deste post.

Ser médico é mais do que ter uma profissão; é ser humano, é se dedicar a ajudar as pessoas por meio de conhecimentos que façam a diferença e garantam o que há de mais valioso: a vida, com saúde e bem-estar.

A todos os médicos do Brasil, especialmente àqueles com quem nos relacionamos no dia a dia para a concretização de nossos projetos, o nosso muito obrigado e um caloroso parabéns pelo seu dia!

 

Juramento de Hipócrates – disponível no site do CREMESP:

 

“Eu juro, por Apolo médico, por Esculápio, Hígia e Panacea, e tomo por testemunhas todos os deuses e todas as deusas, cumprir, segundo meu poder e minha razão, a promessa que se segue:

Estimar, tanto quanto a meus pais, aquele que me ensinou esta arte; fazer vida comum e, se necessário for, com ele partilhar meus bens; ter seus filhos por meus próprios irmãos; ensinar-lhes esta arte, se eles tiverem necessidade de aprendê-la, sem remuneração e nem compromisso escrito; fazer participar dos preceitos, das lições e de todo o resto do ensino, meus filhos, os de meu mestre e os discípulos inscritos segundo os regulamentos da profissão, porém, só a estes.

Aplicarei os regimes para o bem do doente segundo o meu poder e entendimento, nunca para causar dano ou mal a alguém.

A ninguém darei por comprazer, nem remédio mortal nem um conselho que induza a perda. Do mesmo modo não darei a nenhuma mulher uma substância abortiva. 

Conservarei imaculada minha vida e minha arte.

Não praticarei a talha, mesmo sobre um calculoso confirmado; deixarei essa operação aos práticos que disso cuidam.

Em toda casa, aí entrarei para o bem dos doentes, mantendo-me longe de todo o dano voluntário e de toda a sedução, sobretudo dos prazeres do amor, com as mulheres ou com os homens livres ou escravizados.

Àquilo que no exercício ou fora do exercício da profissão e no convívio da sociedade, eu tiver visto ou ouvido, que não seja preciso divulgar, eu conservarei inteiramente secreto.

Se eu cumprir este juramento com fidelidade, que me seja dado gozar felizmente da vida e da minha profissão, honrado para sempre entre os homens; se eu dele me afastar ou infringir, o contrário aconteça.”

0 respostas em "Dia do Médico - 18 de Outubro"

Deixe sua mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Rua Doutor Luiz Migliano, 1986
Edifício Bonnaire Office 7º andar, sala 728
Jardim Caboré – São Paulo/SP, CEP: 05711-001
E-mail:contato@editoraclannad.com.br
Tel.: +55 (11) 3807-3808
Copyright © 2019 por Clannad Editora Científica. Todos os direitos reservados.