endoDEBATE 2021: ainda mais moderno, ainda mais DIGIT@L

Quem procura se manter sempre fora da caixa, de olho em cada novidade do movimentado universo da Endocrinologia, com certeza teve muito a absorver. E debater, porque a ciência pede a contraposição de ideias, estudos e informações mesmo quando as conclusões parecem – ou estão, de fato – tão distantes. Para isso, todos os temas fundamentais foram postos à prova, na visão de especialistas ávidos pelos relatos e experiências de uma audiência megaqualificada, reunida através dos recursos oferecidos por uma infraestrutura física e digital montada especialmente para a ocasião. O encontro contou com uma organização de meses, em cujo cronograma dia a dia se cumpriam itens como definição da grade curricular, convite aos palestrantes, construção de cenário, reuniões, edição, posicionamento de câmeras, provas de som e iluminação. Tudo que um curso já consolidado na agenda de profissionais médicos de todo o Brasil pede para fazer bonito, como vem fazendo há anos. E assim se fez o endoDEBATE DIGIT@L 2021, entre 12 e 17 de julho.

Comandado por seu coordenador, o Dr. Carlos Eduardo Barra Couri, o endoDEBATE manteve o formato de talk show, justamente pela proposta-mor do evento: conteúdos exclusivos, alinhados com as últimas tendências médico-científicas e transmitidos em bate-papos dinâmicos e informais. Pelos sofás do amplo e moderníssimo cenário – posicionados à distância de 1,5 metro entre eles e de 5 metros da bancada do apresentador, além de periodicamente higienizados –, passaram não só endocrinologistas, como também psiquiatras, cardiologistas e reumatologistas desvendando, para mais de 4 mil inscritos de todos os estados brasileiros, as complicações decorrentes de condições como obesidade, diabetes e osteoporose, bem como as perspectivas das novas terapias medicamentosas, sempre embasados nos estudos e nas descobertas mais recentes. E quem não se sentou à frente de um sempre provocativo Dr. Couri pôde recorrer às possibilidades da teleconferência – fossem palestrantes, fossem participantes agraciados com a oportunidade de se juntarem à Arena Digital, uma das novidades trazidas pela edição 2021 com foco no contato direto com os especialistas durante toda a transmissão de parte das aulas.

Embora promovido por médicos para médicos, outra proposta do endoDEBATE, talvez a principal, foi mantida com rigor: a preocupação e o cuidado com o paciente. Nenhum tratamento, nenhuma conduta se efetivam deixando de lado as inseguranças e fragilidades do indivíduo que recebe o diagnóstico, a serem vencidas durante o enfrentamento de sua condição clínica. E esse fator, dependente da parceria médico-paciente mais humana, produtiva e saudável possível, foi ressaltada em vários momentos do curso. Comungam com valores semelhantes, pautados no respeito e na ética, as tantas marcas patrocinadoras (Amgen, Apsen Farmacêutica, AstraZeneca, Boehringer Ingelheim-Lilly, Brace Pharma, Farmoquímica, Libbs, Lilly, Mantecorp Farmasa, Merck, MSD, Novo Nordisk, Servier, Takeda, Torrent Pharma) que tiveram o seu nome vinculado ao projeto, reforçando o compromisso do endoDEBATE com o conhecimento médico de qualidade amplamente difundido. As expectativas de seus realizadores para a edição 2022, entre os quais se inclui a equipe da Clannad, se amparam no sucesso da edição que acaba de terminar para a preparação de um evento ainda mais plural e dinâmico. E com a promessa de continuar contribuindo substancialmente para os rumos da Endocrinologia e áreas correlatas e, sobretudo, para a saúde e o bem-estar de cada paciente.


Rua Doutor Luiz Migliano, 1986
Edifício Bonnaire Office 12º andar, salas 1217 e 1202
Jardim Caboré – São Paulo/SP, CEP: 05711-001
E-mail:contato@editoraclannad.com.br
Tel.: +55 (11) 3807-3808
Copyright © 2022. por Clannad Editora Científica. Todos os direitos reservados.